Rascunho versos. Neles, sentimentos.

sexta-feira, 17 de abril de 2015

ESQUISITICES DE POETA





Para onde vão os sonhos sonhados e não lembrados?
Alimentarão a fonte do inconsciente
ou
partem como ventania
pelas pradarias
no pós-horizonte do imponderável?
Ah!
Sonhos sonhados não lembrados...
De que valem?
Não mais do que esquisitices deste poeta!

©rosangelaSgoldoni
27 01 2015

RL T 5 211 136

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será bem-vindo!