Rascunho versos. Neles, sentimentos.

quinta-feira, 29 de maio de 2014

INCÓGNITAS


INCÓGNITAS

            __________
do tempo
atenta
a
            ????????????

lápsos,
léxicos,
lúdicas
(in)definições

cética
estética
aposta
em
            !!!!!!!!!!!!!!

©rosangelaSgoldoni
29 05 2014

RL T 4 825 293

terça-feira, 27 de maio de 2014

NARCISO



NARCISO

Ante a lâmina d’água transparente e calma,
enclausurado em sua beleza,
ecos de paixão  eclodem narcisos!´
Mítico delírio de um homem envaidecido,
solitário e decidido
a redescobrir-se humano sonhador.

©rosangelaSgoldoni
26 05 2014
RL T 4 821 095

sábado, 24 de maio de 2014

BORBOLETAS





BORBOLETAS

Ah, borboletas!
Gostaria de escrevê-las
mas,
tamanha delicadeza
não cabe em minhas mãos.
O dom de admirá-las
registro ao fotografá-las
a cada voo, aparição.
Poeta de mãos toscas,
poesia livre e rota,
borboletas: observação!

©rosangelaSgoldoni
24 05 2014
RL T 4 818 882

Exercício Poético

sexta-feira, 23 de maio de 2014

TEXTURAS DE AMOR




Texturas de Amor

olho
colo
e
boca.

texturas de vida

eis que é amor.

©rosangelaSgoldoni

23 05 2014
RL T 4 817 758

quarta-feira, 21 de maio de 2014

MEMÓRIAS DE AVALON




MEMÓRIAS DE AVALON

Anoitece!  
A névoa esparrama-se sobre a serra
esbranquiçando o breu inevitável
(a lua não está em sua melhor fase).
As poucas luzes da estrada,
agora esfumaçadas
dão um toque sobrenatural
(memórias de Avalon).
Mas a vida é aqui,
 agora,
onde a realidade transborda!
O frio que te acompanha,
noite embaçada,
não incomoda:
há um coração aquecido
que despertou
antes que a boca da noite o devorasse.

©rosangelaSgoldoni
21 05 2014
RL T 4 815 340
Publicado na Antologia Mulheres Fascinantes Vol. III, 2015 SP Editora Delicatta

sábado, 17 de maio de 2014

GANGORRAS E BALANÇOS




Exercício Poético


GANGORRAS E BALANÇOS

Menina de passos leves,
gestos breves,
sonhos em ebulição,
colhe em teu caminho as flores,
aproveita da vida os sabores,
e parte ao encontro do tempo!

Não te furtes às gangorras e balanços:
trazem o equilíbrio necessário
a cada aniversário.

Cante luas,
conte estrelas,
compactue com a natureza
e trilharás as veredas do amor.

Teu olhar,
brilho e paz,
refletirá a magia de viver!

©rosangelaSgoldoni
17 05 2014
RL T 4 809 856


segunda-feira, 12 de maio de 2014

FOGUEIRA DE EMOÇÕES



FOGUEIRA DE EMOÇÕES

Amor
des[atento]
[sobre]vive
ao desatino
dos
[in]crédulos
apaixonados.
Périplos
revelam-se
estratégicos
no volteio
das  intenções.
Queimando em brasas
[re]acende-se a paixão:
sem interrogações!

©rosangelaSgoldoni
16 02 1014

RL T 4 804 149

quarta-feira, 7 de maio de 2014

MEU LOBO MAU (DA SÉRIE LOBO MAU II)





Meu Lobo Mau (Brincando com Poesia II)

Eu mando e não peço,
eu gosto de mandar,
mas quando você chega
eu peço pra ficar.

Você, meu lobo mau,
incendeia o meu olhar.

rosangelaSgoldoni
17 02 2011

RL T 2 796 845

SEM GRAÇA



Sem Graça

Por que eu insisto nessa história sem graça?
Por que não desisto e te entrego de graça?
Eu não tenho culpa, você se engraça,
abre minha porta e logo me abraça,
esquece de tudo e não é trapaça!

Você me entorpece como cachaça,
consumo com gosto,
me serve na taça,
me vira a cabeça, enfim
me amordaça!

Por que ainda insisto
nessa história sem graça?

©rosangelaSgoldoni
16.01.2009
RL T 2 421 779


terça-feira, 6 de maio de 2014

DE MÃE PARA FILHO



De mãe para filho

Gerações,
atritos;
ponderações
em tons aflitivos...
Antes de tudo,
carinho;
ultrassons intuitivos,
corações geminados
na construção de vínculos.

Benditas sejam as mães e seus filhos,
concepção recriada à luz do Divino!

©rosangelaSgoldoni
05 05 2014
RL T 4 796 770

segunda-feira, 5 de maio de 2014

INSTINTO





INSTINTO

frio
sede
fome de
rever-te
instinto maquiado
pelo
rubor
da face
incendiada,
desmascarada
no perdão ao amanhecer.

©rosangelaSgoldoni
28 04 2014

RL T 4 786 813

sábado, 3 de maio de 2014

CONFIANÇA





Confiança



Retempero
O
Destempero
Com
Temperança!
Coisas da maturidade:
Confiança!

03 05 2014
©rosangelaSgoldoni
RL T 4 793 148

sexta-feira, 2 de maio de 2014

SOU CRIANÇA NOS SEUS BRAÇOS





Sou Criança nos seus Braços

Sou bicho na natureza
que se banha no regato;
vivendo em plena certeza:
liberdade sem contrato.

Sou dócil por princípio,
mas senhora do meu espaço;
paciência um exercício
(exigência da vida) diário.

Sou bicho, sou natureza,
sou criança nos seus braços.
©rosangelaSgoldoni
11 02 2011
RL T 2 786 785

LANÇAMENTO ANTOLOGIA INSPIRAÇÃO EM VERSOS 31/05 SP

Participando,
presente!