Rascunho versos. Neles, sentimentos.

sábado, 18 de maio de 2013

SAUDADES VEM E VÃO



Hoje, saudades bateram à porta!
Deixei que entrassem,
mas sem alarde.
Caminharam livres pela casa,
já que escaparam dos porões da emoção.
Mas não quero intimidades,
como chegaram, sairão:
de mansinho...
Sem varrer minhas esperanças
ou alterar minha pulsação,
saudades vem e vão.

©rosangelaSgoldoni
19 05 2013
RL T 4 297 819

Publicado na Antologia "Poetas Fazendo Artes em Búzios, vol. III - Búzios RJ Editora Somar

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será bem-vindo!