sexta-feira, 3 de agosto de 2012

CARA E CORAGEM




Meu verso
não tem
personagem.
Apresento-me
com cara
e coragem;
forma e
aroma de vida:
respostas
por mim
não contidas.
Esbaldo-me
nos desabafos
ou
disperso-me
na
indefectível
alegria.
Faço da poesia
auto
de
emancipação.
 
©rosangelaSgoldoni
02 08 2012
RL T 3 812 158

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será bem-vindo!

LONGPLAYS

  Envolvia todos os espaços, da sala ao rodopio dos passos. Traduziam-se em sentimentos: alegria ou sofrimento. Variados e inspirado...