quarta-feira, 16 de junho de 2021

LONGPLAYS


 

Envolvia todos os espaços,

da sala ao rodopio dos passos.

Traduziam-se em sentimentos:

alegria ou sofrimento.

Variados e inspirados estilos;

sinais de bom gosto: ecletismo.

Hoje desbotada nuança

descansam num rack as lembranças.

Microssulcos suados, cansados,

carregados de um tempo passado.

Meus elepês em vinil e a

juventude em movimento febril.

 

©rosangelaSgoldoni

16 06 2021

RL T 7 280 108




sábado, 12 de junho de 2021

VENTOS, MAGIAS E DESAFIOS

 


Ventos de inverno sopram em minha direção.

Pós-outono,

calafrios percorrem a espinha dorsal da vida.

Sol que se põe mais cedo,

noite a correr frouxa...

O tempo encolhe

ou se recolhe nesta

linha solta das fotos

a desbotar em cores.

Sem permissão dos ciclos,

preservo um verão interior

a me alimentar de

sonhos e

algum futuro.

Persigo linhas em branco,

magias e desafios.

 

©rosangelaSgoldoni

12 06 2021

RL T 7 277 416


sábado, 5 de junho de 2021

RELÂMPAGOS, VENTO E TROVOADAS

 

Choro

a

chuva

que se deita lá fora,

escorre no asfalto

lavando a escuridão.

Leva meu pranto,

liberta-me do espanto

refaz-se o encanto

num canto de amor.

Melodia que desperta assustada

na janela acordada

em ressurreição!

Luz que se traduz em trovoadas

num coração a reinventar-se entre

o vento e

relâmpagos fugidios.

 

©rosangelaSgoldoni

09 05 2021

RL 7 272 306


domingo, 30 de maio de 2021

APRENDENDO A VIVER

 

O não ser perfeito

incomoda os que assim se pretendem.

Os bons de prosa,

de bola,

sem defeitos

sentados no topo da vida,

olhar por cima,

aos saltos,

ignoram os degraus.

Coisas da natureza humana,

alimentadas pela negação.

Felizes os imperfeitos,

aprendizes do viver,

estes celebrarão

a verdadeira sensação do caminhar diário

num gesto de gratidão aos céus.

Um brinde à evolução!

 

©rosangelaSgoldoni

22 05 2021

RL T 7 267 792


sábado, 22 de maio de 2021

AO SABOR DO VENTO DE MAIO

 

Bem se lembrava...

Era maio e,

ao sabor do vento,

suas mãos se encontravam

um tanto trêmulas,

surpresas,

apreensivas,

sedentas,

sem entender o que procuravam.

Sofridos e amargurados,

o medo permeava as intenções:

ultrapassava a realidade e

contaminava seus corações.

Amaram-se sem perceber que

o resgate seria breve...

Coisas de um passado não concretizado

ou de um futuro indefinido.

Quem sabe sonhos de uma noite de outono

envolvidos em energias de uma brisa que passou

e os aprisionou às magias de maio.

 

©rosangelaSgoldoni

02 05 2021

RL T 7 261 964


LONGPLAYS

  Envolvia todos os espaços, da sala ao rodopio dos passos. Traduziam-se em sentimentos: alegria ou sofrimento. Variados e inspirado...