terça-feira, 4 de maio de 2021

A PRÓXIMA ESTAÇÃO


Embaladas pela brisa de outono

fresca,

serena,

envolvente

despertam lembranças adormecidas,

transbordam vapores de um vulcão.

O poeta ensimesmado

sente-se abraçado

pelo passado de então.

Sonhos que se perderam

ou sensações preservadas

estremecem num acordar aflito

ao perceber o ciclo

do inverno, próxima estação.

Descer ou não descer?

A Deus, a decisão!

 

©rosangelaSgoldoni

22 04 2021

RL T 7 248 130


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será bem-vindo!

LONGPLAYS

  Envolvia todos os espaços, da sala ao rodopio dos passos. Traduziam-se em sentimentos: alegria ou sofrimento. Variados e inspirado...