sábado, 29 de setembro de 2012

EU, O TEMPO E O ESPELHO




Comprei um espelho novo;
na verdade, de antiquário!
Nele, algo de mágico.
Seduziram-me as imagens
que exibiam minhas entranhas
reflexas, antropofágicas.
Aquele sorriso distante,
uma lágrima revelada,
um sonho desiludido.
momentos de chama apagada.
De repente,
alguns suspiros;
abraçando e sendo abraçada,
lutando pelo tempo perdido,
aos gritos para ser respeitada;
arriscando e tendo vencido,
mesmo sendo desafiada.
Eu, o espelho e o tempo,
projeções de uma vida encenada.


©rosangelaSgoldoni
26 09 2012
Rl T 3 905 078

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será bem-vindo!

HAJA MATURIDADE! Dia nacional do idoso 27/09

  O tempo avança. As curvas e suas surpresas continuam a me envolver. Linearidades traduzem-se em monótona realidade. Curvas desafiam ...