terça-feira, 5 de junho de 2012

NUVENS ESPARRAMADAS



A noite revela-se
Por entre rendas
Tecidas por nuvens
Que se esparramam
No por-do-sol!


Eu,
Arrebol!
  
©rosangelaSgoldoni
31 05 2012
RL T 3 697 223

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será bem-vindo!

DORMÊNCIAS

Frio que desperta a insônia, desarruma a cama daquele amor de vez. Destronada a trama, perdeu-se da primavera, não logrou amadurec...