domingo, 1 de agosto de 2021

DORMÊNCIAS


Frio que desperta a insônia,

desarruma a cama

daquele amor de vez.

Destronada a trama,

perdeu-se da primavera,

não logrou amadurecer.

Mas setembro persiste no calendário da vida

e o frio adormecerá no colo da grama em brotação.

Um novo em ciclo em gestação...

Enquanto os ponteiros tiquetaquearem,

sonhos ressuscitarão!

 

©rosangelaSgoldoni

30 07 2021

RL T 7 311 925


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será bem-vindo!

HAJA MATURIDADE! Dia nacional do idoso 27/09

  O tempo avança. As curvas e suas surpresas continuam a me envolver. Linearidades traduzem-se em monótona realidade. Curvas desafiam ...