terça-feira, 20 de agosto de 2019

VERDE E AMARELO





Há uma tempestade elétrica,
magnética,
antiestética
nas entrelinhas dos 
paralelos ao sul do Equador.
Há medos,
ameaças,
deboches em meio aos brioches
expostos em vitrines das boas intenções.
Ah odientas vilanias,
mascaradas e plenas de covardia,
tua hipocrisia será erradicada
dos mandos e desmandos de uma Nação.
Seus filhos acordarão deste efeito anestésico,
saturados por analgésicos
em destemperadas soluções.
Assim
despertará o berço esplêndido
ao lado do verde e amarelo
que domina o hasteado pendão.
Amados filhos ainda serão.


©rosangelaSgoldoni
18 03 2019
RL T 6 724 658


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será bem-vindo!

LONGPLAYS

  Envolvia todos os espaços, da sala ao rodopio dos passos. Traduziam-se em sentimentos: alegria ou sofrimento. Variados e inspirado...