sábado, 24 de maio de 2014

BORBOLETAS






Ah, borboletas!
Gostaria de escrevê-las
mas,
tamanha delicadeza
não cabe em minhas mãos.
O dom de admirá-las
registro ao fotografá-las
a cada voo, aparição.
Poeta de mãos toscas,
poesia livre e rota,
borboletas: observação!

©rosangelaSgoldoni
24 05 2014
RL T 4 818 882
Exercício Poético

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será bem-vindo!

LONGPLAYS

  Envolvia todos os espaços, da sala ao rodopio dos passos. Traduziam-se em sentimentos: alegria ou sofrimento. Variados e inspirado...