domingo, 18 de julho de 2021

BORDADOS E SONHOS



Costumava seguir em frente.

Sempre!

Algumas vezes ensaiava um

retorno,

revolta,

soslaios ou

desmaios.

No entanto,

decidida,

seguia em frente.

Insistir,

persistir,

resistir eram prioridade.

Desistir não constava do seu vocabulário.

Aprendeu que o tempo seria o seu melhor aliado

associado à paciência de bordar a realidade

nos moldes sonhados.

Feliz(citou)-se entre os meandros do viver.

 

©rosangelaSgoldoni

23 06 2021

RL T 7 302 025


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será bem-vindo!

HAJA MATURIDADE! Dia nacional do idoso 27/09

  O tempo avança. As curvas e suas surpresas continuam a me envolver. Linearidades traduzem-se em monótona realidade. Curvas desafiam ...