Rascunho versos. Neles, sentimentos.

quinta-feira, 27 de dezembro de 2012

PRUDÊNCIAS DE ANO NOVO



Nathalie Cole e Nat King Cole - Unforgettable (Inesquecível) - 1952 




PRUDÊNCIAS DE ANO NOVO;
REFLEXÕES DE UMA SEXAGENÁRIA



Recebo este Ano Novo com certa prudência,
afinal,,
apresento-me aos sessenta.
Passagem melindrosa, sentidos em polvorosa
ao raiar da minha nova década.
Eu a rotularia de
 “escala descendente”!
No entanto, manter-me-ei serena
ao ultrapassar a fronteira.
Plantei muito, colhi o suficiente.
Errei muito, mas não me fiz repetente.
Mágoas, se as causei,
foram involuntárias.
Tive ares de santa,
desci do altar,
optei por me aventurar.
Isento-me de culpas ou arrependimentos.
Mas o tempo,
ah, o tempo,
irredutível em seu calendário,
não negocia:
proclama-se único e legítimo vencedor!
Eu o desafio e declaro-me
viajante sagaz
que o transpassa com atitudes e audácia.
Que venha 2013 e tantos mais:
com prudências,
paixões e
eloquências!

©rosangelaSgoldoni
27 12 2012
RL T 4 055 897

sábado, 22 de dezembro de 2012

DOS SONHOS...





Dos sonhos não me disperso,
embora ensaiem partir;
revigoram-se a cada verso
que ainda teimo em parir.

20 12 2012
©rosangelaSgoldoni
RL T 4 049 469


Publicada na II Antologia Poetas Fazendo Arte em Búzios, 2013 Editora Somar

quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

IDEALIZAÇÕES DE NATAL



Natal
de sonhos infantis:
um sapatinho
vazio
à
espera
da
boneca
sonhada
(que nunca chegava).
Natal
dos sonhos atuais:
família, amigos
reunidos,
dentro do possível,
em clima de
harmonia e
paz!
E isto depende de nós!

Feliz Natal!

©rosangelaSgoldoni
19 12 2012
RL T 4 044 445

terça-feira, 18 de dezembro de 2012

ABRAÇO INESPERADO







Passeava distraída,
sorriso disfarçado.
Caminhada interrompida
por uma pergunta descabida (?!):
 - “Aceita um abraço?”
Atordoada,
sem entender nada,
em frações de segundos,
tomei pé da situação:
jovens, em frente ao Masp,
doavam abraços
por um mundo melhor.
E por que não?
Sem titubear,
estendi os braços.
Aplaudi e fui aplaudida,
sorri desprevinida.
O domingo ficou mais feliz:
renasci criança num planeta em paz!

©rosangelaSgoldoni
16 12 2012
RL T 4 042 916 

UM NATAL DIFERENTE





Procuro um Natal diferente,
que contemple a toda gente
com respeito e união.

Preciso dum Natal coerente,
onde se faça presente
o aniversariante cristão.

Penso um Natal reverente
onde a fome ausente
e a mesa farta de pão.

Peço num Natal eloquente,
que partilhe a semente
da real confraternização.


14 12 2011
©rosangelaSgoldoni
RL T 3 389 595




segunda-feira, 17 de dezembro de 2012

VISÕES




Eu me amo,
Tu te enganas,
Ele se devora.
Nós, palco da da vida.
Vós, marionetes corrompidas.
Eles, claque esfuziante!

©rosangelaSgoldoni
18 12 2012
RL T 4 041 247

quinta-feira, 13 de dezembro de 2012

POETAS E SEUS MISTÉRIOS






Poetas:
quase párias,
quase profetas.
Profissão
predestinada:
procura
palavras
desnorteadas.
Conectá-las
ou não,
basta
papel
à mão.
Poetas:
quase asas,
quase provocação.

©rosangelaSgoldoni
13 12 2012
RL T 4 033 596

terça-feira, 11 de dezembro de 2012

MARES DE SOLIDÃO




Não
sei
se
ainda
te
amo
ou
me
acostumei
com
você.
Dúvida que não incomoda
pois sou predisposta às
oscilações das marés e paixões:
timoneiro que navega
guiado pelas estrelas,
esperanças na algibeira,
singrando mares de solidão.

©rosangelaSgoldoni
30 11 2012
RL T 4 031 435

sábado, 1 de dezembro de 2012

FELIZ DEZEMBRO, FELIZ ANO NOVO!







Virando páginas da agenda,
surpreendo-me dezembro
do gregoriano calendário.
Mês de fechamento,
balanços, contabilidades…
Renovam-se esperanças
para o ano novo que,
aos 31, se descortina!
Fogos e confraternizações,
Natal, chuvas de papel picado:
dezembro de harmonizações!
Que nossos saldos sejam postivos
a cada percurso desta viagem.

©rosangelaSgoldoni
02 12 2012
RL T 4 015 555