Rascunho versos. Neles, sentimentos.

quarta-feira, 12 de setembro de 2012

CONTO DE FADAS





Administrei meu desgoverno,
tracei um belo roteiro,
descobri onde quero chegar.
A paz foi conquistada,
liberdade é a minha estrada
agora eu posso voar.
E voando, 
alma em transe,
personagem de algum  romance,
amazona sob a luz do luar:
eu sei que chego lá!
O meu destino é segredo,
não é exílio ou degredo,
só não escolhi o lugar.
Quem sabe a Terra do Nunca,
o País das Maravilhas,
ou o sítio da tia Anastácia?
Quero viver num conto de Fadas!

©rosangelaSgoldoni
31 07 2012
RL T 3 877 288


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será bem-vindo!